16 de jun de 2015

Abrigo São José abre programação do Dia Mundial de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa


Para destacar o Dia Mundial de Combate à Violência contra a Pessoa Idosa - em 15 de junho -, o Instituto de Longa Permanência Abrigo São José realiza, até o final de semana, uma programação com palestras, atividades pedagógicas e festas juninas. Além destas atividades, a programação também abrange a exposição fotográfica Visão de Gerontes, projeto da equipe da Coordenação de Extensão da Faculdade Estácio de Macapá, composta por professores e acadêmicos do Curso de Comunicação Social.

Até sexta-feira, os idosos do Abrigo São José participarão de uma semana diferente, com atividades desenvolvidas, também, por acadêmicos e professores da Universidade Estadual do Amapá (Ueap), fazendo parte de projetos de pesquisa e extensão promovidos por alunos de pedagogia da universidade.

Educação Inclusiva, História da Educação, Ludicidade serão alguns temas abordados, bem como, a Alfabetização em Perspectiva Freireana. Na quinta-feira, 18, a história do Abrigo São José será traçada, através dos relatos dos próprios idosos.

Para os festejos do mês de junho, alunos do 8° ano da Escola Cecília Pinto realizarão na terça-feira, 16, pela manhã um arraial como atividade pedagógica, e na sexta-feira, 19, o tradicional Arraial do Abrigo será comemorado, animando os 61 idosos do Instituto.

Para a diretora geral do Abrigo São José, Marlete Ferreira, a programação é um dever a ser cumprido. "Um dos papéis fundamentais da política do idoso é a inserção na sociedade, garantida pelo Art. 230 da Constituição Federal, que diz que o Estado e a sociedade precisam amparar as pessoas idosas, defendendo sua dignidade, garantindo bem-estar e direito à vida".

Visão de Gerontes
Mesmo morando perto do abrigo, o estudante de Comunicação Social, Alessandro Brandão, nunca tinha visitado a casa. "Sempre os via sentados no pátio, escrevendo, lendo e conversando, mas, nunca havia entrado lá. Assim, em uma discussão com a professora, a ideia foi despertada", explica o acadêmico.

A Coordenação de Extensão da faculdade abraçou o projeto. A Exposição Fotográfica Visão de Gerontes registrou todo o cotidiano dos idosos e cinco deles posaram no estúdio da faculdade para os alunos do 1° semestre do curso de jornalismo. Além das imagens, os alunos captaram conversas e as histórias de vida.

O dia foi especial para José Augusto Bezerra, 71 anos, três deles morando no abrigo. Ele externou toda sua felicidade em participar do projeto: "Hoje, com essas fotos, mudei a minha vida em um dia", resumiu a alegria. Ele não tem parentes em Macapá e sua única família são os amigos do abrigo. "Sair um dia para fazer uma atividade diferente é algo que nos faz sentir alegre e mais vivo do que nunca", declarou.

Para a professora Bárbara Faleiro, uma das coordenadoras do projeto, o principal objetivo é realizar uma interação entre os idosos com os jovens, principalmente os acadêmicos que transitam em diversos cursos. Por isso, a exposição está no hall de entrada da faculdade. A professora ressaltou: "Só com essa declaração do seu Augusto, já valeu todo o esforço do projeto inteiro".

O professor Gustavo Barbosa e o fotógrafo Aog Rocha também coordenam o projeto. Posterior à exposição, que ficará aberta até sábado, 20, as fotos serão doadas ao Abrigo São José. "Será uma boa recordação de dias que eles nunca esquecerão", completou a professora Faleiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário